terça-feira, 17 de maio de 2011

Neemias e a restauração do Muro.

Muralha de Jerusalém

No livro de Neemias 1:3 encontramos uma passagem que me chama muito a atenção:


"E disseram-me: Os restantes, que não foram levados para o cativeiro, lá na província estão em grande miséria e desprezo, e o muro de Jerusalém, fendido, e as suas portas, queimadas a fogo."


Vemos que Neemias chora ao ouvir sobre a situação do povo, mais precisamente sobre o muro de Jerusalém.

Mas por que choraria Neemias muito mais pelo muro e por suas portas do que pelo povo que estava numa situação miserável? Neemias era conhecedor da palavra e sabia qual era a função do muro e o que sua ausência causava.

O profeta Ezequiel nos dá uma clara definição do motivo de existir um muro em volta da cidade


"Mediu pelos quatro lados; e havia um muro em redor, de quinhentas canas de comprimento, e quinhentas de largura, para fazer separação entre o santo e o profano." Ezequiel 42:20.


O sábio Salomão também descreveu o que acontece com aquele que passa pelos limites do muro.


"Quem abrir uma cova, nela cairá, e quem romper um muro, uma cobra o morderá." Eclesiastes 10:8.


Neemias ficou triste ao perceber que não havia mais separação entre o povo de Deus e os gentios. Ele ficou triste porque sabia que não havia proteção contra as investidas do inimigo.


Será que nos, como Jerusalém de Deus estamos cercados ou nosso muro está derrubado? Existe mesmo uma separação entre nós e as demais pessoas que não seguem a Cristo?


Jesus e sua doutrina é o nosso muro. Com ele nos diferenciamos neste mundo e nos tornamos sal da terra e luz do mundo.


Amém.

2 comentários:

Toyin O. disse...

Nice looking blog:)

Helena disse...

Olá td bem, estou lhe seguindo e gostaria que me seguisse tambem. um abraço!!! mariazinha09.blogspot.com